Sobre nós

O Boas de Prosa é um blog voltado para produção literária e nasceu em outubro de 2014. A ideia é simples: registrar as pequenas prosas do dia a dia de duas porra-locas da vida.

Vitória, Espírito Santo.



Isabella Mariano 

Foi ela quem teve a ideia do blog e chamou Juane. Apesar de ser pisciana, é muito prática e, antes mesmo de a amiga responder que sim, já estava com quase tudo pronto para lançar o Boas de Prosa. Mas o nome só veio depois. Isabella é formada em Jornalismo pela Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes) e, atualmente, trabalha na área do jornalismo online e cultural. Mas ela também já foi radialista. Gosta de diagramação, edição de vídeo, produção cultural e de um bocado de outras coisas. Mas, é claro, sua paixão maior é pela literatura. Tanto é que ela lançou, em 2013, um pequeno livro com suas poesias, chamado "gotas", que está disponível online. Se quiser conferir, só clicar aqui. Ela também é autora do livro "Cortes lentos", lançado pela editora Pedregulho, em 2015. Gosta de beber cerveja, Beyoncé e Damien Rice, tatuagens e de cachorros. É viciada em celular e tecnologia. Pode ser meiga e sensível em um texto e, noutro, ser uma verdadeira sanguinária. Faz parte.




Juane Vaillant

Juane não é do tipo organizada e assume. Apesar de escrever quase todo dia sobre quase tudo que acontece, ela muitas vezes esquece de colocar online e, quando faz, esquece de divulgar. Escrever um blog com a amiga Isabella, que saca muito disso tudo, foi para ela uma ideia que não podia ter vindo em melhor hora. Juane é formada em Rádio e TV para a Faesa, cursou Teatro na FAFI, faz parte do coletivo de produção e articulação cultural Assédio Coletivo e é apaixonada por tudo que envolva arte e cultura, de atuação a edição de vídeo. Embora sua grande dedicação seja escrever. Contos, fanfics, artigos, poemas, roteiros. Apenas escrever. Juane gosta de se definir como uma pessoa vermelha. Tanto é que a cor estampou a capa de seu primeiro livro de contos, chamado "O mundo de cá" e lançado em 2015 pela editora Pedregulho. Leonina, intensa, Grifinória, calorosa e com fortes tendencias comunistas. Mas não se avexe não, dê uma olhada em seus textos e verá que é muito fácil entendê-la.